Tag Archives: Bens

INTERNET, UM ESPAÇO SEM DONO? – UM CONVITE À REFLEXÃO.

InternetHouve um tempo que a disseminação de conteúdo pela internet ocorria de forma irrestrita, fato que fez com que a rede mundial de computadores, fosse por certo tempo, considerada como uma terra sem lei, ou ainda, um campo no qual tudo se permitia.

Anos se passaram e novas tecnologias surgiram, o acesso à internet se multiplicou e atingiu diversas camadas sociais. A massificação do acesso a tal tecnologia trouxe diversas mudanças e novas aplicações para o uso da rede.

Mas aquela sensação de insegurança que atingia os usuários da internet mudou, não só pelo aumento do acesso à tecnologia, mas sim, pelo surgimento de um novo ramo de negócio, que foi impulsionado pelo o referido aumento.

Esse ramo de negócio (muito exitoso, por sinal) esta atrelado à intensa utilização da internet como ferramenta de marketing, propaganda, ou ainda “mídia social” como é chamada tal pratica na linguagem técnica.

Compartilhe este texto nas redes sociais:

MEU BEM …MEUS BENS… PARTILHA DE BENS NO NAMORO. COMO PREVENIR AÇÕES JUDICIAIS APÓS O FIM DO RELACIONAMENTO

Salvo solteiros convictos como era e recomendava o apóstolo Paulo como se observa na passagem bíblica escrita em Coríntios, capítulo 7, versículo 1 e 2 “Ora, quanto às coisas de que me escreveste, bom seria que o homem não tocasse em mulher. Mas por causa da prostituição, tenha cada homem a sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido“, mais cedo ou mais tarde acabamos travando relacionamentos afetivos ao longo de nossa vida, “ficando”, namorando, noivando, vivendo em concubinato, vivendo em união estável ou casando com alguém.

Em ordem crescente os relacionamentos acima refletem de uma maneira geral o grau de compromisso entre os envolvidos, e tirando o atual “ficar” que se traduz em um relacionamento fugaz e pontual, (desde que este entendimento seja compactuado pelas duas partes envolvidas, pois volta e meia uma das partes acha que está namorando e a outra acha que está só ficando…) todos os demais relacionamentos aqui mencionados trazem consigo uma gama de conseqüências no mundo jurídico.

Compartilhe este texto nas redes sociais: